Neuromarketing | Ciência Aplicada ao Marketing

Neuromarketing é pura ciência aplicada ao marketing, experimentos que medem as reações neurológicas do corpo humano diante de diferentes estímulos de compra. Para isso são usados exames como eletroencefalograma, tomografia, ressonância magnética e outras técnicas biométricas em busca de uma análise detalhada das preferências, necessidades, experiências, emoções, memórias e percepções do consumidor.

Pode parecer ficção, mas o Neuromarketing já é muito aplicado na prática, principalmente em iniciativas de grande orçamento: antes de veicular uma campanha, ela é exibida a voluntários enquanto se observa a atividade cerebral deles, a qual determinará que alternativas serão mais eficientes.

Quer mais alguns exemplos práticos? Estudos de Neuromarketing de indústrias de automóveis constataram que as pessoas gostam de carros com cara de gente por ativarem os mesmos circuitos cerebrais que processam rostos. Já uma emissora de televisão descobriu que propagandas veiculadas de manhã têm maior impacto sobre o cérebro.

O fato é que a maior parte das decisões de compra é tomada no nível do subconsciente e, por isso, é fundamental impactar o inconsciente do consumidor com memórias, emoções e experiências positivas.

Hoje, o Neuromarketing é essencial nos processos de awareness, design de produtos, inovação, eficácia publicitária e de entretenimentos, experiências web e como suporte importante na tomada de grandes decisões. Afinal, é assim que se descobre, de verdade, o que determina as decisões do consumidor. E isso não é palpite: é Neuromarketing!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *